Anestesia Geral: Portal Medicina Atual

RM 2

O Portal Medicina Atual disponibiliza conteúdos para médicos e estudantes de Medicina. Confira o conteúdo sobre Anestesia Geral.

O Medicina Atual, portal de conteúdo do médico atual disponibiliza uma série de temas das mais diversas especialidades médicas. O portal é de livre acesso, bastando você se cadastrar. O tema deste post é Anestesia Geral.

Aqui, no portal Residências Médicas, vamos divulgar cada uma dos temas disponibilizados pelo Medicina Atual para você estudar e se atualizar.

O primeiro tema, como já foi dito, é Anestesia Geral. Em formato de pergunta e resposta, o conteúdo traz as mais importantes informações para você médico ou estudante de Medicina que está se preparado para a residência médica.

Confira um trecho do material disponibilizado.

Anestesia Geral

Quais são os pilares de uma Anestesia Geral?

Os pilares da anestesia geral são:

  1. Analgesia
  2. Hipnose
  3. Bloqueio dos reflexos autonômicos
  4. Amnésia
  5. Relaxamento muscular

Qual a importância do relaxamento muscular como o uso de bloqueadores neuromusculares na Anestesia Geral?

Promover facilidade para a intubação traqueal e adequado campo operatório em procedimentos em que, realmente, seja necessário um relaxamento muscular importante como laparotomias e cirurgias viodeolaparoscópicas.

O que é a chamada “indução” da Anestesia Geral?

A indução da Anestesia Geral é o início da anestesia, quando, seja através de agentes venosos ou com o uso de agentes inalatórios sob máscara – como se observa nas anestesias pediátricas-, o médico anestesiologista tira a consciência do paciente através de drogas anestésicas com propriedades hipnóticas.

Quais são os hipnóticos venosos e suas principais vantagens e desvantagens?

Os hipnóticos venosos utilizados na prática anestésica são:

Propofol: possui vantagens como excelente qualidade de indução, facilita relaxamento da cavidade bucal, meia vida de eliminação curta, antiemético, neuroprotetor e altamente versátil, podendo ser utilizado em infusão contínua em anestesias venosas totais. Como desvantagens destaca-se a dor à injeção, depressão miocárdica, vasodilatação com consequente hipotensão arterial em pacientes hipovolêmicos, limitação de uso em terapia intensiva pelo risco de acidose metabólica e dislipidemia e uso controverso em anestesia neonatal.

Tiopental: como qualidade destaca-se a neuroproteção. Mas é contraindicado em porfirias e pacientes hipovolêmicos pela venodilatação que produz, além de ter perdido espaço para o propofol, por ter meia vida de eliminação muito longa.

Etomidato: apesar de praticamente não alterar a hemodinâmica e, no passado, ser o hipnótico de eleição em pacientes instáveis, hoje é droga praticamente proscrita em anestesiologia pelo risco de falência adrenal por supressão de mineralocorticoides, além de induzir náuseas, mioclonias e muita dor à injeção. .

Benzodiazepínicos (Diazepam e Midazolam): são drogas geralmente utilizadas em unidades de terapia intensiva, pela longa meia vida de eliminação e, também, por não produzirem condições de manejo de vias aéreas tão satisfatórios quanto com o propofol. Como vantagens proporcionam boa estabilidade hemodinâmica, sendo opção em pacientes críticos (Diazepam), produzem amnésia (Midazolam), potencializam a Glicina, o que auxilia no relaxamento muscular.

Cetamina: a cetamina não é um hipnótico, mas um agente anestésico que produz anestesia dissociativa, entretanto, nos pacientes hipovolêmicos ou asmáticos tem grande valia, pois utiliza a reserva lábil de noradrenalina, apesar de seu efeito direto sobre o miocárdio ser depressor.


Ao todo são 25 questões sobres Anestesia Geral além de artigos científicos sobre o tema.


2 thoughts on “Anestesia Geral: Portal Medicina Atual

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Cirurgia Geral: abdômen agudo. Portal Medicina Atual

No Portal Medicina Atual você encontro os mais variados temas da Medicina no formato de pergunta e resposta. Veja sobre abdômen agudo.

Você também pode gostar: